Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




sábado, agosto 04, 2007

Crise do mercado imobiliário nos EUA

A crise do mercado imobiliário, causado pelos juros baixos praticados pelo Fed durante vários anos e que estourou agora, está levando alguns investidores da bolsa ao desespero.

Durante os anos de alta da bolsa, Alan Greenspan reduziu as taxas de juros do Fed. Primeiro, reduziu os juros como medida preventiva contra o bug do milênio (Y2K, que mais tarde revelou ser apenas histeria), e depois, porque a bolsa começou a cair em 2001 por conta da especulação mal-sucedida das empresas "ponto com" e dos escândalos posteriores da Worldcom/MCI, Global Crossing, Enron e outras empresas, além da diminuição da oferta de emprego.

Essas taxas de juros excessivamente baixas levaram a um aumento artificial da demanda no mercado imobiliário, uma vez que os juros baixos permitiram mais pessoas comprarem imóveis (os sub-primes, pessoas que normalmente não teriam condições de pagar empréstimo), tanto para uso como para especulação. Várias empresas financeiras foram criadas para tomar empréstimos no curto prazo a juros baixos e emprestarem esse dinheiro no longo prazo a juros mais altos, financiando a aquisição e construção de imóveis. Com isso os imóveis subiram muito de preço até 2005.

O desequilíbrio na balança comercial resultante das importações da China e outros países asiáticos somado à queda dos juros fez com que o dólar fosse gradativamente se desvalorizando.

Agora, para conter a inflação e a desvalorização, o Fed está sendo obrigado a elevar os juros. Isso fez com que a demanda por imóveis estancasse e agora há excesso de oferta. Quem tenta vender não consegue e muitos imóveis estão encalhados em várias cidades. Muita gente que tomou empréstimo a juros baixos agora não consegue mais pagar (nos contratos ARM, de juros reajustáveis), o que leva a ainda mais oferta de imóveis para vender.

Assim, uma pessoa física ou jurídica que, no tempo das vacas gordas, tomou $300 mil dólares de empréstimo para comprar um imóvel (porque o mercado estava bom), pode não ter outra alternativa hoje a não ser oferecer o mesmo imóvel por $240 mil para tentar quitar a dívida.

E isso tudo é apenas um aspecto do problema: a ponta de um iceberg.

Abaixo, o malucão analista do mercado financeiro Jim Cramer perde as estribeiras na televisão, parecendo à beira de um ataque e gritando para que o Fed abaixe os juros novamente.

No vídeo da esquerda há legendas com comentários instrutivos e o vídeo da direita é o original.
 


A queda do mercado imobiliário pode causar impacto muito negativo na economia americana. Resta saber como essa crise pode afetar a economia e a bolsa brasileiras.

Marcadores: , ,



postado por PBR às      

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros