Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




segunda-feira, dezembro 11, 2006

Conservadores americanos são mais generosos que socialistas

Todos nós deveríamos doar por caridade, mas quem realmente faz isso? Aproximadamente 3/4 dos americanos doam seu tempo e dinheiro para várias caridades, igrejas e causas.

Arthur C. Brooks, professor da Universidade de Syracuse que foi criado em uma família de socialistas, pesquisou e descobriu que os valores defendidos pelos conservadores - desde a freqüência às igrejas e famílias nucleares até a ética protestante de trabalho e a aversão aos programas sociais governamentais - tornam os conservadores mais generosos que os socialistas.

Brooks demonstrou conclusivamente que os conservadores realmente são compassivos - bem mais que seus opositores socialistas. Laços familiares fortes, igreja, renda obtida do trabalho (em vez de subsidiada pelo estado), e a crença em que os indivíduos, e não os governos, oferecem a melhor solução para os males sociais - todos esses fatores determinam o quão provável uma pessoa pratica a caridade.

"A visão da esquerda exalta os jovens especialmente como idealistas enquanto a visão mais conservadora adverte contra a estreiteza e superficialidade dos jovens inexperientes. Esse estudo descobriu que os jovens socialistas americanos são os que menos fazem caridade de todas as parcelas da população, seja em dinheiro, tempo ou doação de sangue. Idealismo em palavras não é idealismo em ações."
— Thomas Sowell
Artigo da BeliefNet.com.
Artigo da Philanthropy.com contendo gráfico mostrando que a maioria dos estados que elegeram Bush são os mesmos estados cujos habitantes doaram mais do que a média nacional.

Em seu livro - Who Really Cares: The Surprising Truth About Compassionate Conservatism - Brooks documentou sua pesquisa com dados estatísticos e concluiu que os religiosos conservadores doam bem mais dinheiro do que os socialistas seculares para todos os tipos de atividades de caridade, independentemente da renda.

Quando se trata de ajuda aos necessitados, Brooks escreve, "Por muito tempo, os socialistas vêm alegando que eles são os membros mais virtuosos da sociedade americana. Embora eles normalmente doem menos para caridade, mesmo assim criticam os conservadores por sua insensibilidade diante da injustiça social".

Socialistas seculares que acreditam firmemente nos programas de direitos do governo praticam bem menos caridade sob todas as formas possíveis, incluindo horas de trabalho voluntário até a doação de sangue. Eles desejam que os impostos pagos por todos se destinem à caridade e são relutantes em assinar cheques para essas causas, mesmo que os governos não destinem verbas suficientes à elas.

Marcadores: , , , , , ,



postado por PBR às      

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros