Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




sábado, março 31, 2007

Boomsday - A Crise da Seguridade Social no Ocidente

Seguridade Social

A base do seguro social é uma filosofia de coletivismo, que coloca todo mundo em um caldeirão nos quais os indivíduos são forçados a sustentar os pais e avós de pessoas que ele nem conhece sob a promessa de que, quando chegarem à idade de aposentadoria, eles mesmos serão sustentados pelos filhos e netos de pessoas que ele nem conhece.

Mas os problemas de natureza mais concreta já começam a apontar no horizonte: os trabalhadores que estão começando a contribuir com o seguro social estão apenas financiando a aposentadoria dos que estão parando de trabalhar agora. Por sua vez, a aposentadoria desses recém-contribuintes seria financiada pelos que começarão a contribuir no futuro.

Com a redução gradativa das taxas de natalidade e o aumento da expectativa de vida, esse arranjo não pode durar para sempre pois há um ponto em que a população aposentada que recebe o seguro social será maior do que a população jovem que contribui para o seguro social, que será forçada a pagar impostos cada vez mais caros para sustentar a crescente população de aposentados.

No Brasil, o seguro social é financiado pelos empregados, autônomos e empregadores ao INSS, pelos empregadores através do Cofins e da Contribuição Social, e demais cidadãos que pagam CPMF e a receita de loterias.

As soluções normalmente sugeridas para isso seriam o aumento dos impostos, o aumento da idade de aposentadoria, a privatização, o investimento dos fundos em bolsa de valores, e - como é retratado no livro Boomsday, de Christopher Buckley - o suicídio voluntário e, mais tarde, compulsório, de pessoas idosas.

Nesta sátira futurista, a crise do seguro social é a principal questão do momento e um blog popular prega a revolta geracional: Porque as pessoas com menos de 35 anos devem pagar impostos para sustentar essa geração de idosos? O que esses inúteis fizeram para merecer tudo isto?

A blogueira Cassandra, que odeia o próprio pai e é repórter do programa anti-capitalista "Corporate Crime Scene", conclama os cidadãos ultrajados para uma nova "Queda da Bastilha", onde os mais jovens destroem os campos de golfe frequentados pela população aposentada. Cassandra acaba convencendo a sociedade e o governo com a proposta "modesta" de que os cidadãos idosos cometam suícidio num certo prazo em troca de isenção de impostos ou até mesmo créditos para idosos que pratiquem, por exemplo, skydiving.

Marcadores: , , , , , ,



postado por PBR às      

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros