Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




sábado, janeiro 05, 2008

Como deixar de ser esquerdinha

Michael Savage é conhecido pelo seu popular programa de rádio nos Estados Unidos e escreveu alguns livros sobre o esquerdismo: "The Political Zoo", "Liberalism is a Mental Disorder" e "Enemy Within" (os 3 à venda no Submarino).

Savage se refere ao esquerdismo como uma doença mental. Embora essa não seja uma idéia comum, eu concordo com ela. Eu tenho visto o esquerdismo transformar algumas das pessoas mais inteligentes em meros robôs que repetem uma propaganda política e não conseguem detectar as incoerências e inverdades em sua mensagem. Suas emoções bloqueiam a lógica e os impedem de ver o óbvio.

Dada a dificuldade de tirar os esquerdinhas da caverna e levá-los para a luz, eu achei que seria útil traçar um programa de 10 etapas para uma bem sucedida transição do esquerdismo para a realidade. Nós conservadores e liberais devemos lembrar que os esquerdinhas precisam do nosso apoio porque não conseguem caminhar sozinhos.

Programa:

Etapa 1: Admitir que você é um esquerdinha

Essa é a primeira etapa para qualquer esquerdinha à caminho da recuperação. É importante compreender que você não é "a favor do progresso social", "moderado" ou "esclarecido", muito menos "iluminado". Você é meramente um esquerdinha, e precisa encarar a sua situação de forma honesta, sem ilusões.


Etapa 2: Dar a sua palavra de que daqui por diante vai passar a sustentar suas crenças com fatos

Reconheça que a verdade é mais importante do que a superioridade moral que você se atribui. Essa é a única maneira de você chegar à realidade. Você deve começar a enxergar além da propaganda ideológica do tipo Greenpeace, Frei Betto, Viva Rio, Caros Amigos e passar a entender as coisas como elas existem no mundo real. Você não pode mais contestar as idéias baseando-se nas suas emoções e sensações, muito menos suas "revoltinhas" e chiliques. Você vai ter que sustentar seus argumentos com informações verdadeiras. Esse é um passo difícil, porque significa que você deve deixar de ser mentalmente preguiçoso.


Etapa 3: Reconhecer que o governo dos militares foi melhor do que o que os esquerdinhas pretendiam impor no Brasil

Essa pode ser a etapa mais difícil para os esquerdinhas pacifistas hippies e metidos a alternativos. Ao admitir que os milicos que você odeia na verdade lutaram para salvar o Brasil da tirania comunista, você pode até sentir um mal estar.
Você deve relembrar que vários militares deram suas vidas para que o povo brasileiro não ficasse na mesma situação do povo cubano e que graças aos militares, você hoje pode vomitar seu ódio livremente sem censura e sem "paredón".
Se não fosse a contra-revolução de 1964, você estaria hoje vivendo sob um estado policial que jamais o deixaria acessar a internet e o faria viver com medo, tal qual é em Cuba.


Etapa 4: Aprender economia

Eu sempre defini um esquerdinha como alguém que nunca aprendeu nada de economia. A maioria dos esquerdinhas com quem eu conversei não conseguiriam controlar o saldo de sua conta bancária e muito menos explicar um conceito simples como o de demanda e oferta. Já é hora de dar descarga nessa sua completa ignorância do que é economia e aprender como o mundo real funciona. Esse conceito é muito importante para as próximas etapas que envolvem o comunismo, fatos sobre as empresas e a ineficiência do governo.


Etapa 5: Diga "NÃO" ao comunismo e ao socialismo

Embora esse conceito seja óbvio para todo mundo que preze sua liberdade, é um passo importante na sua recuperação. Se você tiver dificuldade com essa etapa, tente viver e trabalhar durante um ano em Cuba.


Etapa 6: Empresas não são malignas

Se você estiver lendo esse texto conectado à internet ou através de email, é graças às empresas. Se você recebe algum contra-cheque, é graças às empresas. Se você trabalha para alguma entidade sem fins lucrativos ou para o governo, você ainda deve agradecer às empresas. O setor estatal e o setor sem fins lucrativos não teriam nenhum dinheiro para exercerem suas atividades e pagar o seu salário se não fossem as empresas privadas.
Também é importante que você entenda que obter lucro não é igual à "ganância" ou "exploração". O capitalismo tem criado as sociedades de melhor nível de vida na história. Até mesmo países comunistas precisam das empresas para sobreviver, então comece a encarar a realidade.


Etapa 7: O governo é ineficiente

Se você é um desses esquerdinhas que acreditam que o governo deve criar mais e mais impostos para tomar conta da sociedade, você precisa se concentrar nessa etapa. Você precisa reconhecer que a burocracia do governo vai desperdiçar a maioria do que é pago em impostos, enquanto que o setor privado vai empregar muito melhor o dinheiro que obtém de seus consumidores.
Até mesmo os políticos esquerdinhas entendem isso até certo ponto, e é por isso que o PT está rechaçando a maioria das idéias esdrúxulas que tentou passar quando ainda era oposição. Se você precisar refrescar sua memória quanto à ineficiência do governo, vá até um guichê de alguma repartição pública e tente obter alguma informação ou documento.


Etapa 8: A natureza não é sua "mãe" e não vai acabar

Já chegou a hora de parar de dar dinheiro para o Greenpeace ou qualquer outra dessas organizações econazistas que você apóia. Encare a realidade de que o planeta, a sociedade e o ambiente está melhor hoje do que em toda a história e que está continuando a melhorar.
Eu sei que muitos de vocês ecofanáticos abraçadores de árvores e comedores de granola vão ter muita dificuldade em abandonar o pânico ambientalista. Eu sugiro a leitura do livro "The Skeptical Environmentalist" do autor Bjorn Lomborg. O Lomborg é um ex-membro do Greenpeace e é um professor de estatística em uma universidade da Dinamarca. Ele tentou provar que a natureza estava acabando mas se surpreendeu ao ver que estava acontecendo exatamente o contrário.


Etapa 9: Pare de fumar maconha ou de se entorpecer com o que quer que seja

Agora, alguns de vocês vão ter que arrumar um programa de 12 etapas para parar de se drogarem.
A maconha distorce seu senso de realidade e você deve parar de consumí-la. Além disso, você não vai sentir tanta fome.


Etapa 10: Pare de deturpar a história

Admita que Comandante Marcos, FARC, Kim Il, Saddam Hussein, Fidel, Che Guevara e os demais líderes anti-americanos e comunistas são tiranos genocidas e facínoras sem escrúpulos. Admita que G. W. Bush venceu as eleições americanas de forma limpa e que graças à Ronald Reagan a Guerra Fria finalmente acabou e o império do mal soviético foi derrotado.

Depois de ter completado todas essas etapas e ter superado o esquerdismo, compartilhe seu despertar com as outras pessoas que ainda não tiveram a sorte de se libertarem dele. Vá até onde o rebanho de esquerdinhas mais próximo se reúne e espalhe a boa nova de que você se libertou dos grilhões da ignorância que ainda os prende.

Parabéns! Seja um missionário e seja bem vindo à realidade!
(baseado em texto de Jeremy Robb)

Marcadores: , , , , , ,



postado por PBR às      

2 Comentários:

Blogger Danielhenlou disse...

Veja um texto relacionado ao tema:
http://daniellourenco.blogspot.com/2007/06/mente-liberal-as-causas-psicolgicas-da.html

8 de janeiro de 2008 08:11:00 GMT-6  
Blogger Crazy Diamond disse...

are you jocking? fala sério, esse texto é zoeira, não é?

22 de junho de 2008 18:03:00 GMT-5  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros