Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




sábado, março 21, 2009

Por que os esquerdistas odeiam Cristãos?

Texto do Dr. David M. Berman

Eu sou Cristão desde os 19 anos. Eu lembro do dia em que recebi Jesus em meu coração. Foi uma revelação impressionante que mudou minha vida completamente. Antes de eu me tornar Cristão eu era hostil ao Cristianismo. Eu era Judeu e sempre acreditei que os Cristãos eram meus inimigos. Eu pensava que os Cristãos perseguiam meu povo e as duas coisas mais distantes de passar pela minha cabeça eram 1) me tornar um Cristão 2) me tornar um pastor.

Com o tempo eu comecei a me perguntar por que eu odiava tanto os Cristãos e procurei os ensinamentos Cristãos bem como os de outras religiões. Eu comecei a perceber que Jesus não ensinou o que eu tinha experimentado e ouvido acerca dos "Cristãos". Eu pude ver que muitas pessoas que diziam que eram Cristãs simplesmente não eram e estavam deturpando a verdade dos ensinamentos de Jesus e os Apóstolos. Uma pessoa pode dizer que ela representa algo ou alguém mas isso não a torna um representante verdadeiro.

Jesus era ele mesmo um Judeu e portanto eu não podia entender como aqueles assim chamados Cristãos pareciam odiar Judeus. À medida que abri meu coração e virei as costas para meu próprio ódio e comecei a ver que Jesus não ensinava seus verdadeiros seguidores a odiar Judeus mas que a Bíblia dizia:
"Pois não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do Judeu e também do Grego." - Romanos 1:16
Eu agradeço a Deus por abrir meus olhos e lidar com minha amargura de modo que eu pudesse ver a verdade. É comum a maneira do homem olhar pelos óculos de suas próprias feridas e incompreensões. Como um Cristão eu paro e reflito, buscando a direção do Senhor e Sua palavra para me guiar quanto aos problemas. É importante não ser governado por emoções mas, ao contrário, examinar uma posição e ver se faz sentido no contexto da verdade, a lógica e a história bíblica. Os esquerdistas sempre usam emoções e normalmente mentem, usam ataques pessoais, e xingam as pessoas com quem eles não concordam.

Eu pude ver que muitas pessoas que diziam que eram Cristãs simplesmente não eram e estavam deturpando a verdade dos ensinamentos de Jesus e os Apóstolos.

Uma outra grande revelação foi o fato de que antes de eu ter me tornado Cristão eu odiava os ensinos bíblicos também porque eles não concordavam com a minha imoralidade. É claro que isso é o caso de todos os que odeiam a palavra de Deus. Antes de eu ser Cristão eu me lembro de quando estava num posto de gasolina e um homem veio até a mim e me deu uma pequena cartilha sobre Jesus. Ele não foi rude e nem ameaçador de maneira alguma mas minha ira me consumia. Eu me lembro daqueles que estavam comigo me segurando e os meus olhos cheios de desprezo por aquele homem gentil que simplesmente me deu uma cartilha que eu podia ler ou jogar fora.

Depois daquele incidente eu fiquei pensando em porque eu tinha tanta raiva. A resposta era simples. Eu não queria que ninguém ou nada me dissesse o que fazer ou não fazer. Eu certamente não queria ouvir que meu comportamento era imoral de jeito nenhum. O nome "Jesus" era um nome poderoso que me provocava a ira humana. A Bíblia diz que quando se fala de Jesus:
"Para vós outros, portanto, os que credes, é a preciosidade; mas, para os descrentes, a pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular e pedra de tropeço e rocha de ofensa (ênfase minha), são estes os que tropeçam na palavra, sendo desobedientes, para o que também foram postos." - I Pedro 2:7-8

Esse é o problema com todos os descrentes, mas com os esquerdistas raivosos e deliberadamente anti-Cristãos é esse tropeço que revela seu ódio vitriólico contra os verdadeiros Cristãos. Os esquerdistas, por outro lado, adoram aqueles esquerdistas auto-intitulados "Cristãos" que não defendem a palavra de Deus e distorcem os ensinamentos de Jesus dizendo que "Jesus aceita qualquer crença e comportamento". Os esquerdistas adoram isso porque confirma sua mentalidade de relativismo moral de que qualquer coisa vale (isto é, qualquer coisa exceto ser um verdadeiro Cristão que crê na Bíblia).

Por que os esquerdistas nos odeiam? Um motivo é porque nós temos a audácia de proclamar abertamente que há verdades absolutas. A única "verdade absoluta" que os esquerdistas parecem acreditar é que os Cristãos que crêem na Bíblia são difusores da pior praga de destruição que o universo jamais conheceu. Eles nos acusam de "ódio" quando na verdade são eles que nos odeiam. Eles têm uma definição interessante de ódio.

Sua definição é a seguinte: se você discorda de nossa posição e moralidade (ou deveria eu dizer: a falta dela) não é porque você tem uma perspectiva diferente que poderia fazer sentido (não que os esquerdistas se preocupem com o que faz sentido), é simplesmente porque você nos odeia. E não é que eles não entendam que uma perspectiva diferente não se torna automaticamente ódio.

O motivo pelo qual falamos contra coisas como imoralidade sexual é porque nós sabemos pela Bíblia que essa imoralidade leva à muitos problemas sociais. E sabem do que mais... ninguém em seu juízo perfeito pode negar que a imoralidade sexual crescente desde os anos 60 tem levado à grandes problemas sociais como mães solteiras, quebra dos relacionamentos familiares, aumento no uso de drogas, doenças sexualmente transmissíveis, e um aumento no uso de drogas só para tentar aguentar a dor emocional que a imoralidade tem causado.

Esquerdistas têm uma definição interessante de ódio: "se você discorda de nossa posição e moralidade não é porque você tem uma perspectiva diferente que poderia fazer sentido, é simplesmente porque você nos odeia"

Talvez não exista maior contraste quanto qualquer habilidade ser uma bênção ou uma maldição do que quanto à sexualidade. Foi Deus que inventou essa forma mais poderosa de intimidade. Dentro dos limites que o Criador delimitou para ela, não há forma de comunhão humana maior do que essa. O contraste a essa sexualidade sadia não é assim, pois quando fora dos propósitos de Deus, há apenas ruína emocional, espiritual e, frequentemente, física. Tão poderosa é a paixão que ela nos cega para as consequências que são tão claramente vistas em nossa sociedade assim chamada "liberada".

Isso significaria que Cristãos não seriam tentados? Isso significaria que os Cristãos seriam perfeitos? Não, não significa isso. Isso significa que os Cristãos entendem que o pecado é destrutivo para os indivíduos e para a sociedade. Fingir que a imoralidade sexual não seria grande problema é ser intelectualmente desonesto. O pecado não é meramente um ato de desobediência relativo a um único ato mau. É muito mais que isso.

O pecado é uma condição que toda pessoa já nasce com ela. É uma disposição com que crentes e descrentes estão contaminados. A diferença entre o crente e o descrente é uma questão de status legal-espiritual, não uma questão de perfeição pessoal de uma pessoa em relação à outra.

O crente simplesmente foi perdoado da penalidade eterna do pecado pelo ato do Cristo na cruz. É a imputação da perfeição de Cristo que muda o crente para um status de inocência legal-espiritual. É o descrente que tristemente se deixa ficar atolado em seu pecaminoso status legal diante de Deus devido à sua incrédula rejeição do perdão provido por Cristo para aqueles que O recebem pessoalmente.

Esquerdistas não admitem o fracasso de sua filosofia porque fazê-lo seria uma confirmação do que os pastores têm pregado por 40 anos.

Nunca há uma menção das obras maravilhosas feitas por verdadeiros Cristãos pelo mundo afora. Os esquerdistas fazem tudo o que podem para encontrar algo que sirva para acusar os Cristãos. Diante de qualquer coisa errada dita ou escândalo que possa acontecer na vida de um líder Cristão, os esquerdistas, como tubarões que farejam o sangue, circulam em volta com grande satisfação, tentando justificar sua própria imoralidade ao anunciar a queda de um Cristão.

Eles dão o bote com raiva e então traduzem isso em descrédito para a mensagem da Bíblia e isso não é lógico. Por exemplo, se uma pessoa diz que é errado ser um racista e então se descobre que a tal pessoa é ela mesma um racista, isso não faz com que a verdade que ela proclamou antes seja falsa.

Cristãos alimentam os famintos, e trazem cuidados médicos necessários para os pobres. Em nosso próprio país vimos a profusão de ajuda compassiva para as vítimas do furacão Katrina, ajuda vinda de igrejas e organizações Cristãs. Isso é um fato mas esquerdistas não reconhecem a grande obra feita por verdadeiros Cristãos que se importam com os outros. Eu me lembro de uma das entrevistas de rádio que eu dei onde um ouvinte me condenava por não me importar com os pobres. O programa era sobre imigrantes ilegais do México que vivem na pobreza em seu país de origem. Quando eu finalmente tive um momento para responder a sua bronca, eu fiz uma pergunta a ele.

O pecado é uma condição que toda pessoa já nasce com ela. É uma disposição com que crentes e descrentes estão contaminados. A diferença entre o crente e o descrente é que o crente simplesmente foi perdoado da penalidade eterna do pecado pelo ato do Cristo na cruz.

Eu perguntei se ele já tinha ido ao México alguma vez e levado dinheiro, roupas ou alimentos para o povo mexicano pobre com quem ele tanto se importava. Ele disse que não. Então eu disse a ele que eu sim havia feito isso. Foi mais um fato que ele ignorou e pulou para o próximo ataque.

Um outro motivo pelo qual esquerdistas odeiam Cristãos é simplesmente porque esquerdistas não entendem o Evangelho. Eles pensam que nós estamos dizendo que exigimos das pessoas a perfeição moral humana.

Deixe-me ser bem claro para aqueles que são esquerdistas e estão lendo isso. Os ensinos de Jesus e Seus apóstolos jamais proclamaram nossa habilidade como humanos de viver em perfeição. Na verdade a Bíblia nos ensina o seguinte:
"Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-Lo mentiroso, e a Sua palavra não está em nós." - I João 1:8-10

A mensagem de Cristo era e é a de que todas as pessoas são pecadoras e que nós não temos a capacidade de viver em total perfeição por nós mesmos. Você pode observar que se fôssemos perfeitos nós não precisaríamos do Salvador. Jesus nos salva por ter pago o preço do nosso pecado e nos libertado da condenação à separação Dele pela eternidade.

O que afirmo é que os esquerdistas pensam da maneira errada quanto à nossa postura. Quando falamos contra a imoralidade não estamos dizendo que somos perfeitos. Estamos dizendo que a imoralidade é imoralidade e que todas as pessoas, incluindo os Cristãos, são culpadas de não serem perfeitas.


O problema é a idéia que os esquerdistas têm de que a imoralidade não seria de alguma forma imoral. Os Cristãos entendem e reconhecem sua própria necessidade do Salvador e assim não é que nos tomamos como justos em nossa própria conta. Nós somos aqueles que se humilharam e reconheceram que não somos pessoalmente justos. O ato de receber Jesus como nosso Salvador pessoa demonstra a nossa disposição em admitir nossa própria natureza de pecado como humanos. Se você não acha que precisa do Salvador, você está afirmando que você é justo em si mesmo e portanto é você que toma a si mesmo como justo em sua própria conta.

Esses são os 10 motivos pelos quais os esquerdistas odeiam Cristãos:

1) Os esquerdistas são relativistas e odeiam Cristãos porque Cristãos acreditam em verdade absoluta.

2) Os esquerdistas não querem que ninguém diga que a imoralidade é imoral.

3) Os esquerdistas são egoístas e estão mais interessados em seus "sentimentos" do que com o que é correto para os outros.

4) Os esquerdistas não entendem o que os Cristãos realmente acreditam.

5) Como os esquerdistas se vêem como iluminados superiores, eles não reconhecem que ser contrário à posição deles não é automaticamente ódio.

6) Os esquerdistas não querem saber do que faz sentido, eles preferem dar atenção aos próprios sentidos.

7) Os esquerdistas ignoram as evidências claras do resultado de suas posições filosóficas nos últimos 40 anos. Tem sido um desastre social mas eles não querem saber.

8) Eles vêem Cristãos como inferiores intelectualmente.

9) Os esquerdistas vêem Cristãos como alguém que quer impôr sua religião neles quando a verdade é que os esquerdistas têm usado o sistema judiciário para impor sua religião de humanismo secular em todos nós.

10) Os esquerdistas estão espiritualmente perdidos e cegos para a verdade do Evangelho.

Consideremos os seguintes versículos:

"Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente." - I Coríntios 2:14

"Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, o que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquel que confessa o Filho tem igualmente o Pai." - I João 2:22-23

Eu não tenho desejo de ofender de propósito aqueles de vocês que são esquerdistas e que estão lendo isso. Eu sei, contudo, que é impossível falar a verdade bíblica e não ofendê-los. Vocês precisam de Jesus tanto quanto eu e minha esperança é que alguém lendo isso possa entender sua própria necessidade como eu entendi há 24 anos atrás. Eu oro para que vocês abram seus corações e entendam que a Bíblia é compreendida de sabedoria que se origina além desse mundo. Ela é cheia de exemplos de justiça concedida por Deus além de demonstrar a inutilidade da sabedoria humana.

Nenhum outro texto tem influência superior na direção da prosperidade de espírito, alma e corpo. Com todas essas verdades, é uma bênção apenas para aqueles que se humilham sob a proclamação central de que Jesus Cristo é o Senhor. Para aqueles que rejeitam sua mensagem central a Bíblia se torna no final uma irritação.

Pois todos os que confiarem em sua própria vontade deverão ser julgados pelo padrão bíblico de perfeição moral e falharão miseravelmente. Essa percepção vai dominar suas mentes quando perceberem que julgaram e rejeitaram o caminho, a verdade e a vida contidos nele. Em vez dos ataques pessoais e xingamentos de sempre, abra seu coração para o Jesus da Bíblia, chame-O para salvá-lo e Ele o salvará.

Marcadores: , , , , , ,



postado por PBR às      

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros