Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites




quinta-feira, setembro 27, 2007

Regime comunista executa 10 milhões de brinquedos

Autoridades Chinesas executam 10 milhões de brinquedos irregulares



Bonecas Barbie executadas no paredão
Barbies suspeitas de contaminação com tinta à base de
chumbo são fuziladas no paredão na China.
BEIJING — Em uma tentativa de assegurar às crianças do mundo que elas não correm mais perigo com os milhões de brinquedos fabricados na China, autoridades chinesas anunciaram na última terça-feira que milhões de brinquedos foram presos e condenados à morte. Os brinquedos que foram recolhidos eram suspeitos de conter tinta tóxica à base de chumbo e objetos pequenos com perigo de sufocamento.

"O Partido Comunista assume o compromisso com o bem-estar das crianças e a tranquilidade dos consumidores", disse o presidente chinês Hu Jintao em uma conferência à imprensa. "Meninos e meninas do mundo, você não precisam se preocupar. Seus brinquedos serão executados sumariamente. Quando terminarmos, não vai sobrar nada para brincar."

Nas últimas seis semanas, a empresa americana Mattel recolheu mais de 20 milhões de brinquedos de fabricação chinesa que acredita-se que contenham tinta à base de chumbo e outros problemas de segurança, uma situação que levou o governo chinês a enviar as forças do Exército de Libertação do Povo aos setores industriais para executar de forma implacável quaisquer itens restantes que não tenham sido ainda exportados. Até agora, avalia-se que 9 a 10 milhões de brinquedos, de bonecas anônimas e carrinhos em miniatura a personagens com marca registrada como a Locomotiva Thomas, o macaquinho George Curioso, e o Garibaldo da Vila Sésamo alegadamente sofreram chutes, golpes com rifles, choques, sufocamento, torturas com pregos após terem as orelhas decepadas e os olhos perfurados, após o que foram fuzilados.

"Creiam-me quando digo que vocês podem descansar sossegados", disse Hu, que, segundo fontes, deu ordens diretas às tropas para que forçassem milhares e milhares de bonecas Polly Pocket a se ajoelharem, apontassem os rifles para suas nucas e explodissem seus crânios cheios de toxinas em migalhas. "Queremos assegurar ao mundo que estamos resolvendo esse problema. Nós servimos ao povo jovem."

Os fabricantes chineses de brinquedos relatam que estão cumprindo com a vontade do governo. De acordo com a agência de notícias Xinhua, nos últimos 3 dias, os donos de fábrica tiraram aproximadamente 365 mil bonecas Barbie de suas luxuosas casinhas de brinquedo em uma série de buscas violentas. Durante essas buscas, as Barbies foram separadas de seus maridos Kens, despidas e tiveram suas cabeças raspadas. Elas foram levadas para uma área secreta, encostadas em um paredão pois não tinham como ficar de pé por si mesmas e executadas por um pelotão de fuzilamento, ao que soldados de brinquedo foram forçados a assistir.

"Estamos prestando assistência às autoridades na destruição dos brinquedos", disse Chen Hai, gerente sênior da Joy Sing Plásticos Industriais, um fornecedor contratado por grandes empresas de brinquedos. "Não estamos apenas falando. Convidamos os pais para virem aqui dar um passeio pelas câmaras de tortura e ver a agonia dos brinquedos por si mesmos."

Chen acrescentou que, por precaução, a fábrica também executou 5 mil funcionários.

Uma organização não governamental de monitoramento de direitos dos brinquedos, a Associação pela Defesa das Pessoas de Plástico (ADPP), informou que coletou evidências que sugerem que o governo chinês também deteve mais 20 milhões de brinquedos para interrogatório. De acordo com o grupo, até mesmo brinquedos que continham apenas traços de tinta de chumbo foram levados em trens para centros de detenção em províncias remotas da China ocidental, onde foram alegadamente impedidos de dormir, queimados com cigarros e sujeitos à tradicional tortura chinesa com água.

A ADPP também liberou um vídeo clandestino filmado em um centro de detenção mostrando oficiais da inteligência chinesa tentando extrair informação sobre a localização dos brinquedos Bonecas da Mamãezinha suspeitas de conterem chumbo, apesar do fato de que elas eram capazes apenas de pedir mamadeira e brincar de esconde-esconde. A filmagem macabra mostra os olhos das bonecas sendo forçados a ficarem abertos com adesivo e um ferro de soldar incandescente sendo introduzido no local em que seriam seus genitais.

O ministro do comércio Bo Xilai disse que espera que os expurgos em massa dos brinquedos sejam considerados "uma mensagem firme para os nossos inimigos que nos ameaçam com seus compostos químicos perigosos".

"Só arrancando a pele do boneco Elmo e os braços da boneca Dora e exibindo suas partes esquartejadas publicamente é que podemos efetivamente advertir os brinquedos para que nunca ameacem a vida das pessoas", disse Bo.

Entretanto, representantes do governo se recusaram a confirmar o paradeiro da Locomotiva Thomas, sobre a qual há rumores de que tenha sido despedaçada por cães policiais na Mandchúria. Nem tampouco responderam às alegações de que centenas de escavadoras de brinquedo em miniatura na província de Guangdong foram forçadas pela militância do Partido a cavarem suas próprias sepulturas antes de serem executadas.




Fonte: Onion

Marcadores: , , ,



postado por PBR às      

1 Comentários:

Blogger Katia... -> So Others May Live. disse...

huahuahu
fala sério...
fantástico..

30 de dezembro de 2008 13:57:00 GMT-6  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial







Voltar a Pensadores Brasileiros