Pensadores Brasileiros       

Anúncios
Procure o livro dos seus pensadores favoritos na Livraria Cultura!

Add to Technorati Favorites


Arquivos
Posts anteriores
- Qual é o idiota mais chato?
- MST em poucas imagens
- Direitos humanos sob a ótica esquerdista
- Não são urnas que melhoram os governos. É o influx...
- Pensamentos/excrementos esquerdistas
- Cocômunistas ou bostinhas?
- Um mês faz uma enorme diferença para a Rússia e a ...
- O Gênio da Lâmpada Estatal
- Estado-babá no Brasil
- Cartun do Flatuff

Histórico
2002-11-10
2006-11-12
2006-11-19
2006-11-26
2006-12-03
2006-12-10
2006-12-17
2006-12-24
2006-12-31
2007-01-07
2007-01-14
2007-03-18
2007-03-25
2007-04-01
2007-04-08
2007-04-15
2007-04-22
2007-04-29
2007-05-06
2007-05-13
2007-05-20
2007-05-27
2007-06-03
2007-06-10
2007-06-17
2007-06-24
2007-07-01
2007-07-08
2007-07-15
2007-07-22
2007-07-29
2007-08-05
2007-08-12
2007-08-19
2007-08-26
2007-09-02
2007-09-09
2007-09-16
2007-09-23
2007-09-30
2007-10-07
2007-10-14
2007-10-21
2007-10-28
2007-11-04
2007-11-18
2007-11-25
2007-12-09
2007-12-16
2007-12-23
2007-12-30
2008-01-06
2008-01-20
2008-01-27
2008-02-03
2008-02-10
2008-03-02
2008-03-09
2008-04-06
2008-05-11
2008-05-18
2008-05-25
2008-06-08
2008-06-22
2008-07-13
2008-07-20
2008-07-27
2008-08-03
2008-08-10
2008-08-17
2008-08-24
2008-08-31
2008-09-07
2008-09-14
2008-09-28
2008-10-05
2008-10-12
2008-10-26
2008-11-09
2008-11-16
2009-01-04
2009-01-11
2009-01-18
2009-01-25
2009-02-01
2009-02-08
2009-02-15
2009-02-22
2009-03-01
2009-03-08
2009-03-15
2009-03-22
2009-03-29
2009-04-12
2009-04-19
2009-05-10
2009-11-08
2009-11-15
2009-11-22
2009-12-06
2009-12-13
2010-01-10
2010-04-04
2010-04-11
2010-04-18
2010-05-23
2010-05-30
2010-06-06
2010-06-20
2010-10-10
2010-10-17
2010-11-07
2010-11-21
2010-11-28
2011-02-06
2011-02-27
2011-03-06
2011-03-20
2011-07-17
2011-09-04
2011-09-25
2011-12-18
2014-02-09
2014-02-16
2014-02-23
2014-03-02
2014-03-09
2014-03-16


quarta-feira, novembro 18, 2009

Incentivos sob a escravidão

Comentário de Dennis M.:

"... Mais ou menos um ano depois da queda do muro de Berlin, eu estava fazendo um treinamento nos arredores de Haia para gestores de toda a Europa. Um deles era um gerente do lado livre da Alemanha, que havia indicado em seus comentários que ele tinha família do lado comunista também e que ficou muito feliz quando o muro foi derrubado.

Eu fiz questão de me sentar do lado dele no jantar e ganhei uma grande lição de história. Eu lhe perguntei quanto tempo ele achava que levaria para a Alemanha ficar verdadeiramente unificada, e eu fiquei chocado quando ele disse: um mínimo de 50 anos.

Então ele explicou como os habitantes do lado comunista pensavam que aqueles no lado livre seriam na verdade milionários e como eles ficaram como crianças numa loja de doces quando visitaram suas famílias no lado livre.

Eles não enxergavam o fato de que ele vivia numa casa modesta e tinha 2 carros, pois eles olhavam as coisas como se ele estivesse vivendo em um castelo...

De qualquer modo, ele me contou uma história de um amigo que trabalhava numa concessionária da Mercedes Benz e que contratou um mecânico que tinha muitos anos de experiência no lado comunista do muro. Ele disse que praticamente o mecânico trabalhou 2 semanas e desistiu.

Você veja, no lado comunista um carro chegava na oficina para reparos, o mecânico diagnosticaria o problema, faria a requisição das peças necessárias, então tiraria uma soneca, talvez até um dia de folga até que as peças chegassem e pudessem ser instaladas.

Ele ficou chocado quando diagnosticava o problema, requisitava as peças, e depois era instruído para trabalhar imediatamente no próximo automóvel; ele nunca havia feito aquilo antes. Ele rapidamente passou a reclamar de estar sobrecarregado; em toda a vida dele nunca havia trabalhado tanto, e então finalmente ele se demitiu, achando que o processo todo era absurdo.
...

Engraçado, mas há poucos anos antes, eu li uma coleção de livros de John Jakes, começando por "Norte e Sul", que era sobre os eventos que levaram à Guerra Civil Americana. Uma citação do livro realmente resumiu tudo para mim.

Um dos personagens perguntou a um amigo quem ele achava que ganharia se a guerra acontecesse, e ele, sem hesitar, disse que o norte ganharia por causa de seu mercado de trabalho.

Sua perspectiva era de que, no norte, os trabalhadores trabalhavam para avançar sua situação e poderiam se beneficiar dos frutos de seu trabalho, e a produtividade era boa; enquanto no sul, a fonte de trabalho primária eram escravos que só se empenhavam o suficiente para evitar os açoites.

Eu pensei sobre isso várias vezes e em como isso se aplica até os dias de hoje.

Quando não há incentivo para avançar, como no capitalismo, então não demora muito para a motivação ser fazer o mínimo possível para meramente se manter. Parece que os ambientes de trabalho que baseiam o salário no tempo de casa se encaixam nisso muito bem..."

Marcadores: , , , , , , , , , , , , , , ,



postado por PBR às      
                0 Comentários                 Links para esta postagem

Onde comprar livros:
Submarino  Livraria Cultura







Voltar a Pensadores Brasileiros